CRÍTICA TEATRO

CRÍTICA: DA PEÇA ANAÏS NIN “A ENCARNAÇÃO DE UMA LINDA MULHER”

Érika Bodstein Especial para o Art Por Toda Parte SÃO PAULO: ANAÏS NIN tinha uma voz suave, que carregava charmoso acento, marcante no /r/ gutural, quando falava inglês, algo que também estava presente na fala de sua contemporânea Edith Piaf (1915–1963), a dama da canção francesa. Nascida em 21 de fevereiro de 1903, em Neuilly-sur-Seine, […]